Competição tem como prêmio viagem à Suíça e 35 mil reais

Equipe vencedora do Geneva Challenge 2016

O Instituto de Pós-Graduação de Geneva, ou Graduate Institute of International and Development Studies, promove há quatro anos a competição The Geneva Challenge, que tem por objetivo promover a resolução multidisciplinar de temas críticos para o desenvolvimento. O tema escolhido para a edição 2017 são “Os Desafios da Empregabilidade” – e as candidaturas de times que apresentem soluções serão recebidas até o dia 25 de maio.

Os 3 projetos selecionados como finalistas ganharão uma viagem a Geneva, com todas as despesas pagas, para apresentar seu projeto a um júri especializado. O projeto vencedor receberá um prêmio em dinheiro de 10 mil francos suíços (aproximadamente 35 mil reais). O segundo lugar receberá 5 mil francos suíços e o terceiro, 2500.

O objetivo é que times de 3 a 5 estudantes de pós-graduação, de diferentes áreas de estudos, enviem propostas de solução que sejam ao mesmo tempo embasadas teoricamente e aplicáveis, na prática.

O Instituto oferece um documento-base, em que são explicados os principais desafios e abordagens para a questão do emprego no mundo – que vão de desigualdade de gênero a trabalho informal.

Como se candidatar para o Geneva Challenge

Até o dia 25 de maio, os times interessados devem preencher um documento online, demonstrando interesse em participar do concurso, e enviar comprovantes de vínculo universitário de todos os membros.

A partir de então, os times terão quase dois meses para elaborar uma proposta, que deve ser enviada em inglês ou francês. O prazo final de envio da submissão é 31 de julho.

As propostas submetidas devem apresentar propostas inovadoras para a mudança. Serão aceitas contribuições de grupos de 3 a 5 estudantes de pós-graduação, envolvidos em ao menos dois campos diferentes de estudos. Podem compor as equipes estudantes de cursos de pós-graduação (incluindo mestrado) com duração máxima de dois anos. Não serão aceitas candidaturas individuais.

As propostas devem ter, no máximo, 8 mil palavras, excluindo notas, gráficos e referências – além de uma pequena biografia de cada um dos membros do time.

Como é feita a avaliação

Os projetos serão avaliados em três fases, sendo a primeira a análise de que o projeto e o time cumprem os requisitos básicos. Na segunda fase, os avaliadores selecionarão os projetos que melhor atenderam ao critério de embasamento teórico e aplicabilidade, e enviarão ao Painel de Júri, composto de acadêmicos e especialistas, que selecionarão os 3 finalistas.

Na última fase, os três finalistas serão convidados pela organização a apresentar sua proposta em Geneva e responder dúvidas sobre ela. Nesta ocasião, o mesmo Painel de Júri classificará os times em primeiro, segundo e terceiro lugar, e os prêmios serão entregues em uma cerimônia que contará com palestrantes de alto nível.

As despesas com vôo, visto e acomodação são todas cobertas pela organização.

Confira aqui o regulamento do concurso e envie sua inscrição por aqui!

 

* Foto: Equipe vencedora do Geneva Challenge 2016 / Crédito: Divulgação

O que você achou desse post? Deixe um comentário ou marque seu amigo: