Um projeto: Fundação Estudar

Intercâmbio

O que você precisa saber para ter uma experiência de estudos em outro país

25.08.15

Cinco cidades para aprender francês fora do roteiro comum

Cinco cidades para aprender francês fora do roteiro comum

Cidades do interior da França e até do Marrocos são opções para quem busca preços mais atrativos, vida cultural intensa e poucos brasileiros

Por Julia Vendramini

Fugir do senso comum na hora de escolher um local para estudar francês tem diversas vantagens, como preços interessantes, uma melhor experiência cultural, além de uma quantidade menor de turistas brasileiros ou de língua inglesa, que podem atrapalhar o processo de aprendizado. Veja abaixo cinco sugestões de destinos alternativos:

Annecy (França)

annecy editado

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Com pouco mais de 50 mil habitantes, a bela Annecy, localizada nos Alpes franceses, é uma cidade de contrastes. Famosa por seus lagos cristalinos e arquitetura medieval, ela combina o encontro de pessoas que buscam programas calmos e também os que gostam de esportes como mergulho, ciclismo, trilhas e escalada. “A cidade é linda. A ‘Veneza dos Alpes’, com canais, montanhas, castelo”, conta Diego Braga, que estudou lá por um ano. Porém, quem é acostumado com cidade grande pode estranhar a calmaria. “Aos domingos, tudo fecha e, durante a semana, os estabelecimentos encerram suas atividades cedo”, conta. Próxima da Suíça e da Itália, Annecy oferece fácil acesso para viagens pela Europa e fica a quatro horas de carro de Paris. Um curso de francês de quatro semanas na escola CILFA fica em torno de 1.900 reais, fora os gastos com acomodação e alimentação.

Antibes (França)

antibes editado

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Parte da badalada Riviera Francesa, Antibes exibe paisagens paradisíacas e possui um importante centro histórico, com sítios arqueológicos e construções medievais. Um tradicional ponto turístico local é o Museu de Picasso, que abriga diversas obras do artista espanhol feitas durante sua estadia ali nos anos de 1940. A vida noturna é agitada, especialmente na temporada de verão. Entre Cannes e Nice, e a 50 km de Mônaco, Antibes também é um destino interessante para quem gosta de viajar pelo litoral. As opções para estudar na cidade são variadas, disponíveis em escolas como a local Centre International d’Antibes, e através de agências como a STB e a CI. O valor de um curso de 20 aulas por semana durante um mês fica em torno de 5.000 reais com acomodação.

Rabat (Marrocos)

rebat EDITADO

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Quem tem interesse pela cultura árabe-mulçumana vai aliar o útil ao agradável em Rabat, capital de Marrocos. A cidade à beira do Atlântico preserva a tradição e arquitetura moura ao lado de construções contemporâneas e hábitos herdados da França. Patrimônio mundial da Unesco, tem ritmo de metrópole, com diferentes tipos de entretenimento. Destaque para pontos turísticos como o Palácio Real, onde vive o rei Mohamed VI; a fortificação Kasbah dos Oudaias; e o sítio arqueológico de Chellah. O clima é quente o ano todo, com temperaturas que chegam a 40oC no verão. Além do francês, os habitantes falam árabe, uma boa oportunidade para quem quer iniciar ou aprimorar o idioma. O custo de vida local é atrativo e os valores de cursos também:quatro semanas com 80 aulas pela escola Sprachcaffe, por exemplo, sai por 2.000 reais. Com taxas e acomodação, o valor chega a 5.000 reais.

Lausanne (Suíça)

REGIS COLOMBO/diapo.ch

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Às margens do Lago Genebra, Lausanne é um destino dos sonhos nos Alpes Suíços, que atrai esportistas e estudantes interessados em atividades culturais. Sede do Comitê Olímpico, a cidade abriga a escola de balé Béjart e uma grande quantidade de museus, como o de l’Elysée, dedicado à fotografia, e o intrigante Museu de Arte Bruta, com peças feitas por crianças, pessoas com distúrbios mentais e criminosos. Teatros e cineclubes também são parte da agenda da cidade. Uma dica é viajar em julho, época do Festival Anual de Jazz na vizinha Montreux, principal encontro do estilo musical no mundo.  As cidades ficam a meia hora de distância de ônibus. . Ficou animado? Prepare o bolso! Estudar em Lausanne exige bastante planejamento: um curso de quatro semanas com acomodação fica em torno de 14.000 reais pela Yázigi Travel.

Martinica (França)

martinique editado

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Em meio ao arquipélago do Caribe, Martinica é um território da França com tempero tropical, com praias ideais para a prática de surfe e de mergulho, e para os que gostam apenas de se estirar na areia e relaxar. Com cerca de 400 mil habitantes, a ilha possui pequenas cidades e vilarejos, como a popular comuna Le François, famosa pelo mar de águas turquesa e pela produção de rum agrícola. Outro destaque é Le TroisÎlets, onde nasceu a imperatriz Josefina de Beauharnais, esposa de Napoleão Bonaparte.

Leia também:
Especial: cursos de idiomas no exterior
O impacto que um curso de idiomas no exterior tem na sua carreira
O sonho é grande, mas a grana é curta? Veja dicas para fazer intercâmbio!

Conecte-se ao Estudar Fora

Leia Mais

estagiários da Microsoft comemorando
impacto social
estudar na Asia
tudo sobre o GMAT