Um Projeto: Fundação Estudar

Brasileiro enviou mais de 2 mil e-mails até conseguir estágio em Harvard

Por Lecticia Maggi
17.02.2015

Conheça a história de Caio Guimarães, de 23 anos, que estudou nos EUA com bolsa do Ciência sem Fronteiras e não mediu esforços para conseguir um estágio no país!


Por Bruna Amaral, do Partiu Intercâmbio

O que é preciso para ganhar uma bolsa de estudos? Foco e persistência. Já disse isso um milhão de vezes aqui no blog. Não adianta você “querer” muito uma bolsa de estudos e não fazer absolutamente nada por isso na prática. Muita gente me manda e-mails e comenta “Ai, mas eu não tenho dinheiro”, “mas eu não posso pagar um curso de inglês”. Mas foi-se o tempo em que a falta de dinheiro justificava não conseguir uma bolsa de estudos. O processo até ganhar uma bolsa é longo, muitas vezes frustrante, mas, sem passar por isso, você provavelmente só vai ficar aí sonhando. A história do Caio Moreira Guimarães ilustra exatamente isso.

O pernambucano de 23 anos ganhou uma bolsa do Ciência Sem Fronteiras para estudar nos Estados Unidos. Você aí deve estar pensando “nossa, que sortudo, uma coisa dessas não acontece comigo”. Porém, a história do Caio, assim como a da maioria das pessoas que atinge seus objetivos, não tem nada a ver com sorte. O estudante de Engenharia Elétrica aprendeu inglês lendo e vendo filmes, gastou todas as economias para fazer o TOEFL e, nos Estados Unidos, depois de passar dois semestres na Hofstra University, em Nova York, resolveu que não iria voltar para casa antes de fazer um estágio por lá.

Parece simples, né? Mas a vaga no Wellman Center, laboratório de Harvard e do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), só veio depois de ele ter mandado mais de dois mil e-mails para pessoas diferentes solicitando uma vaga. Destes, somente dois foram respondidos.

Quer saber como ele conseguiu o estágio, as dificuldades que teve e motivações para não desistir? Leia a entrevista com o Caio Guimarães no blog Partiu Intercâmbio.

Leia também:
Ex-barbeiro cria projeto para incentivar jovens pobres a estudarem fora
Estudante cria site para incentivar projetos de bolsistas do CsF

 

Dica do Estudar Fora:

Autoconhecimento é fundamental para você embasar as suas decisões de vida e carreira. É através dele que você vai responder dúvidas que podem estar na sua cabeça, como: “Será que é o momento de estudar fora?”, “Qual curso faz mais sentido pra mim?”, “Qual país e universidade vai ser melhor para a minha trajetória?”. Foi pensando neste seu momento que a Fundação Estudar criou o Autoconhecimento Na Prática, um curso de três dias que vai ajudá-lo a desvendar o seu verdadeiro Eu e a guiar com mais segurança suas escolhas profissionais e de vida. Inscreva-se agora com 10% de desconto usando o cupom ESTUDARFORA. É só clicar aqui!

 

 

,

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo

[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d