Fundação Estudar
InícioBolsas de EstudoBolsas integrais para brasileiros estudarem engenharia na Inglaterra

Bolsas integrais para brasileiros estudarem engenharia na Inglaterra

Ana Moraes - 01/12/2023
Comentários:

Jovens brasileiros que querem fazer graduação em engenharia elétrica ou eletrônica poderão se inscrever em um programa de bolsas oferecido pela University College London (UCL), na Inglaterra, em parceria com a Telles Foundation. As inscrições se encerram em 12 de abril. O curso começa em setembro de 2024.

Leia também: Como estudar na University College London com bolsas de estudo integrais

Bolsas integrais para estudar engenharia na Inglaterra

Além da graduação de três anos, as duas bolsas oferecidas incluem um curso preparatório de um ano, criado para preparar estudantes internacionais para um curso de graduação da UCL. O curso, lecionado em Londres, oferece aulas de inglês e de matérias que ajudarão o estudante ao longo da graduação.

As bolsas cobrem:

  • Todas as taxas da graduação e do preparatório
  • Custos de vida de até 20 mil libras por ano
  • Custos de viagem de até 1.500 libras por ano
  • Custos de materiais de até 1.500 libras no primeiro ano
  • Custos de visto e plano de saúde

Quem pode se candidatar

Para se candidatar a uma das bolsas, é preciso ser brasileiro residente no Brasil e estar em necessidade financeira conforme avaliado pela UCL (saiba mais aqui). Também é preciso ter concluído o ensino médio no Brasil (até dois anos antes de setembro de 2024) e ter uma média geral de 8/10 com 8/10 em disciplinas acadêmicas relevantes.

É necessário ter obtido valores mínimos em testes IELTS ou Pearson PTE feitos depois de setembro de 2022. Saiba como se candidatar aqui.

Você pode tirar dúvidas e obter mais informações em uma reunião online sobre o programa. O evento acontecerá no dia 9 de dezembro, às 9h. Inscreva-se aqui.

Sobre a Telles Foundation

A Telles Foundation tem a missão de apoiar estudantes de baixa renda do Brasil por meio do acesso a oportunidades de alta qualidade em carreiras de STEM. O foco da Fundação é em reduzir a lacuna educacional e garantir que pessoas talentosas de origens de baixa renda tenham oportunidades iguais para prosperar academicamente e profissionalmente a qualquer outro jovem. Um dos principais propósitos é proporcionar oportunidades para que estudantes brasileiros acessem universidades globais de alto nível, como a parceria com a UCL.

O que você achou desse post?

Sobre o escritor

Ana Moraes
Jornalista e editora do Portal Estudar Fora. Entre em contato pelo e-mail [email protected].

Artigos relacionados