Governo francês oferece bolsas para brasileiros darem aula de português

torre eiffel, em paris, na França - bolsas para brasileiros darem aula de português

A Embaixada da França no Brasil está com inscrições abertas para bolsas para brasileiros darem aula de português na França. As bolsas são parte do programa Assistants de Langue do governo francês, e têm o objetivo de permitir que os brasileiros se aproximem da língua e cultura francesa. As inscrições vão até 18 de novembro.

O programa terá duração de sete meses, entre outubro de 2020 e abril de 2021. Durante esse período, os bolsistas receberão um salário de 770 a 1100 euros por mês (dependendo do local onde ficarem) e terão o status de funcionários temporários do Estado francês. Poderão também se inscrever em uma universidade francesa, contanto que seus estudos não atrapalhem o seu trabalho docente.

O número exato de bolsas para brasileiros darem aula de português na França será definido entre abril e maio de 2020. Mas, como referência, em 2019, foram atribuídas ao Brasil 33 vagas de trabalho desse programa (nove das quais na Guiana Francesa).

Quem pode se candidatar?

Para concorrer às bolsas para brasileiros darem aula de português na França, é necessário cumprir os seguintes requisitos:

  • ter entre 20 e 30 anos de idade;
  • estar matriculado no último ano da graduação;
  • estar cursando letras, línguas estrangeiras ou um curso relacionado;
  • ter conhecimento da língua francesa equivalente pelo menos ao nível B1 do Quadro Europeu Comum de Referência.

Durante a candidatura, também será necessário escolher em qual local o bolsista gostaria de atuar. É possível escolher tanto entre regiões metropolitanas francesas, como Paris e Lyon, como territórios falantes de francês em outras regiões, como Guiana e Martinica.

Candidatura às bolsas para brasileiros darem aula de português

Para se candidatar, é necessário preenhcer o formulário de candidatura disponível neste link. Como parte do processo, será necessário anexar outros documentos ao formulário, como cópia do passaporte com validade até o fim de 2021. Também será necessário que um professor do candidato preencha parte do documento.

Dependendo do local de residência do candidato, o formulário preenchido deverá ser enviado para um endereço eletrônico diferente. Confira abaixo:

>> Candidatos do DF, GO, MT, AM, PA, TO, AP, RO, RR, AC
Envio do dossiê de candidatura e pedido informações:
Assistente: Aline Bastos Lima

>> Candidatos do RJ, ES, MG
Envio do dossiê de candidatura e pedido informações:

Adida de Cooperação para o Francês: Adriana Davanture

Assistente: Rosalia Silva

>> Candidatos da BA, SE, AL, PE, PB, RN, CE, PI, MA
Envio do dossiê de candidatura e pedido de informações:
Assistente: Carolina Soccio

>> Candidatos de SP, PR, SC, RS, MS
Envio do dossiê de candidatura e pedido de informações:

Adida de Cooperação para o Francês: Louise Roudil

Assistente: Ivone Figueiredo

Em todos os locais, os candidatos receberão um e-mail de confirmação da embaixada francesa sinalizando a sua inscrição. As inscrições devem ser feitas até 18 de novembro. Até 13 de dezembro, os candidatos farão uma entrevista por telefone e, até 18 de dezembro, saberão se suas candidaturas foram selecionadas a nível nacional. Os candidatos escolhidos serão informados entre abril e maio de 2020.

O que você achou desse post? Deixe um comentário ou marque seu amigo: