Um Projeto: Fundação Estudar
mulher olhando cidade

5 mulheres inspiradoras – e que estudaram fora!

Por Nathalia Bustamante

Na semana da mulher, o Estudar Fora aderiu à campanha #MulheresNaPrática, promovida pelo portal de carreiras da Fundação Estudar, Na Prática. Além de publicarmos reportagens exclusivas sobre mulheres estudando em diferentes áreas no exterior, selecionamos 10 histórias de mulheres inspiradoras que você deveria conhecer.

No Brasil, mulheres estudam por mais tempo do que os homens – são 7 anos para elas, contra 6,8 para eles, em média. Elas também representam a maior parte dos estudantes que buscam por intercâmbios acadêmicos e já são maioria entre os brasileiros que adquiriram um título de doutor fora.

Apesar disso, quando chegam ao mercado de trabalho, recebem em média 68% do salário dos homens (abaixo da média mundial, que é 70%), têm ascensão de de carreira mais lenta e muitas vezes não chegam a cargos de liderança – apenas 11% das CEOs de grandes empresas brasileiras são mulheres.

Na Fundação Estudar, acreditamos que a informação é parte essencial para mudar este cenário, e esse é nosso compromisso ao compartilhar matérias especiais sobre liderança feminina e contar histórias de mulheres com carreiras inspiradoras, líderes em suas áreas de atuação e que têm transformado mercado e sociedade.

Neste vídeo, feito em colaboração com o portal Na Prática, você confere uma seleção de 5 mulheres que estudaram fora em diferentes momentos da sua carreira – intercâmbio, mestrado, cursos curtos – e que conquistaram sucesso nas mais diferentes áreas, do direito às ciências passando por  política e medicina. No Portal Na Prática, confira profissionais de destaque que estão transformando a sua área de atuação – para melhor.

Chega de conversa. Você precisa conhecer estas 5 mulheres inspiradoras:

 

 

Leia também:
Mulheres na ciência: por que há menos alunas em ciência e engenharia?
Mulheres no MBA: por que universidades querem mais candidatas
5 discursos de mulheres famosas em universidades americanas

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo