Um Projeto: Fundação Estudar
Estudar na Finlândia

5 coisas que você precisa saber antes de estudar na Finlândia

Por Marcela Marcos
20.11.2018

Em meio a paisagens deslumbrantes, a Finlândia é um território fértil para interessados em tecnologia e empreendedorismo, além de apoiar estudantes internacionais


Quais são as primeiras coisas que vêm à mente quando você pensa sobre a Finlândia? Pode ser sua natureza deslumbrante (aurora boreal!), o amor pelo alcaçuz salgado ou talvez até sua fantástica tradição de sauna. Entretanto, o que muitos não sabem é que o pequeno país de 5 milhões de habitantes tem muito a oferecer para estudantes internacionais.

Você já pensou em estudar na Finlândia? Aqui estão cinco coisas que você precisa saber antes de viver essa experiência!

# 1 Oportunidades de trabalho na Finlândia

Os finlandeses não apenas são alguns dos melhores falantes de inglês do mundo (ao lado da Holanda e da Suécia): eles também são conhecidos por abraçar novas tecnologias, ideias e talentos. Além da Nokia, algumas marcas mundialmente conhecidas  começaram na Finlândia:

Supercell: empresa de jogos para celular famosa por Clash Royale e Clash of Clans
Suunto: equipamentos para atividades ao ar livre, desempenho e estilo de vida famosos em comunidades esportivas
Rovio: empresa de jogos para celular conhecida por Angry Birds

Na verdade, a Rovio foi fundada por três estudantes enquanto estudavam na Helsinki University of Technology. E se você está pensando em começar seu próprio negócio, é importante saber que, após de formar, estará no lugar certo para lançar sua ideia! De acordo com o Relatório Global de Ecossistemas de Startup de 2017, Helsinque está entre as 5 principais cidades da Europa para startups.

# 2 Vida estudantil dentro do campus

Em um país que prioriza o equilíbrio entre a saúde e a vida profissional, não é surpresa que a vida estudantil na Finlândia seja relativamente despreocupada. Isso também pode ser devido à quantidade de apoio que as universidades, comunidades e o governo oferecem aos estudantes.

Para pesquisadores, há muitas opções para encontrar fundos e subsídios para programas de intercâmbio ou estágios. Precisa encontrar um caminho para mais mesada? Como estudante internacional, você também pode trabalhar em período parcial até 25 horas por semana. Você também pode desfrutar de outras vantagens, como o benefício estudantil ISIC & Frank.

# 3 Vida estudantil fora do campus

Se você gosta de curtir a noite com amigos, os custos podem realmente aumentar. As bebidas são muito caras em bares, mas há sempre festas em casa ou aquelas organizadas por organizações estudantis.

O que torna a Finlândia realmente única, no entanto, é a experiência na natureza. Os invernos e auroras, ou Northern Lights, são de tirar o fôlego e só podem ser encontrados em pouquíssimos lugares do mundo. Além disso, eles são visíveis na Finlândia cerca de 200 noites em um ano na Lapônia finlandesa (também conhecida como a casa do Papai Noel!).

# 4 Custo de vida na Finlândia

Enquanto os países nórdicos vizinhos não usam o euro, a Finlândia o faz. De acordo com o site StudyinFinland, as despesas de vida dos estudantes são estimadas em cerca de 700 euros por mês – mas os descontos na habitação e nos transportes ajudarão muito na redução dos custos.

A moradia estudantil acessível também não é um ponto de estresse. Como estudante internacional, algumas opções para encontrar moradia incluem HOAS (Homes for Students) ou associações de estudantes. Viver em residências estudantis ou dormitórios é a opção mais econômica.

A renda média de um quarto individual em um apartamento estudantil compartilhado varia de aproximadamente 160 a 380 euros por mês. Uma dica para lembrar é planejar e se registrar na fila meses antes de chegar ao local, especialmente no outono, quando muitos novos alunos chegam. Geralmente, há uma fila enorme para os dormitórios dos alunos nesse período.

(Contudo, é importante saber que estudantes não-europeus precisam pagar anuidade para estudar na Finlândia).

# 5 Vistos para estudar na Finlândia

Diferentes regulamentações sobre vistos podem se aplicar a alunos internacionais. Quem vem de fora da União Europeia e estudando por mais de três meses no país recebe uma “permissão de residência para o aluno”.  Os estudantes nórdicos não necessitam de autorização de residência.

Esta autorização de residência para estudantes é concedida uma vez ao ano e também depende do tempo que dura o programa de curso, em si. Para obter o visto, você precisará ter em mãos o passaporte, uma carta de admissão de uma universidade finlandesa e uma comprovação de que tem como cobrir as despesas de estudante quando estiver na Finlândia. Todo o procedimento pode ser feito online.

Esse conteúdo foi originalmente publicado no blog da plataforma Sqore.

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo

[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d