FAPESP e Nova Zelândia firmam parceria para financiar projetos de pesquisa

quanto custa estudar na Nova Zelândia

A FAPESP e a Education New Zeland, órgão do governo neozelandês voltado para a promoção do ensino superior do país, anunciaram recentemente uma parceria para financiar projetos de pesquisa. Por meio da parceria, pesquisadores brasileiros poderão solicitar auxílio financeiro para a realização de projetos de pesquisa em parceria com universidades da Nova Zelândia. As inscrições vão até 27 de janeiro.

São elegíveis projetos com até 24 meses de duração, em qualquer área do conhecimento. No total, cada projeto pode receber até 25 mil dólares neozelandeses (aproximadamente R$ 67 mil na cotação atual), sendo que metade será financiada pela FAPESP e a outra metade pela Education New Zealand. Além desse valor, a FAPESP também concederá, aos projetos selecionados, fundos para passagens aéreas, seguros de sáude e auxílio de custo de vida para os pesquisadores envolvidos.

Como solicitar o auxílio financeiro

Para concorrer ao auxílio oferecido pelas organizações, é necessário que os projetos de pesquisa sejam em parceria por duas instituições de ensino superior: uma delas no estado de São Paulo, a outra na Nova Zelândia. Em São Paulo, é necessário que o autor da proposta seja um pesquisador associado a uma instituição de ensino superior paulista.

As inscrições de projetos devem ser feitas pela plataforma SAGe da própria FAPESP. É necessário que todos os autores principais do projeto de pesquisa façam um cadastro nessa plataforma – mesmo os da instituição de ensino neozelandesa.

O principal documento exigido para candidatura é a proposta de pesquisa. Ela deve conter uma descrição completa das atividades que serão realizadas, com cronograma, indicadores de performance e a descrição da contribuição que cada membro da equipe trará ao projeto. Também é necessário enviar os CVs de todos os participantes do projeto, em inglês. Mais detalhes sobre as exigências podem ser conferidos na própria página da FAPESP dedicada à oportunidade. Nessa página, também é possível visualizar os critérios que serão utilizados na avaliação dos projetos.

As inscrições de projetos podem ser feita até 27 de janeiro de 2020. A notificação dos projetos que forem aprovados será feita a partir de 24 de abril de 2020.

O que você achou desse post? Deixe um comentário ou marque seu amigo: