Um projeto: Fundação Estudar

Graduação

O que você precisa saber para cursar uma graduação fora do Brasil

17.02.14

Como escolher entre university, college ou community college

Como escolher entre university, college ou community college

Saiba a diferença entre cada uma das instituições e descubra qual a mais adequada para você realizar sua graduação no exterior

Cursar o ensino superior nos Estados Unidos é um sonho que exige muito esforço e planejamento. Primeiro, para ser aprovado nos rigorosos processos de seleção das universidades norte-americanas e, depois, para conseguir arcar com o alto valor das mensalidades. Neste cenário, perceber após o início das aulas que a universidade escolhida não é exatamente como você a imaginava pode ser muito frustrante.

Determinar em quais instituições pleitear uma vaga e, se aprovado, em qual estudar não é uma decisão fácil. Segundo o último Censo dos Estados Unidos, o país tem mais de 4 mil instituições de ensino superior, entre as que oferecem cursos de 2 e de 4 anos. Para diminuir as chances de errar na hora de escolher, entenda a diferença entre cada um dos tipos de escolas existentes:

University: equivale ao que chamamos de universidade no Brasil. São instituições que oferecem uma vasta opção de cursos de ensino superior e também de pós-graduação, como mestrado e doutorado.

College: ao contrário do que se pode supor, a palavra não é tradução de ‘colégio’. Esse é um falso cognato. College equivale ao que classificamos como faculdade. São instituições menores, que podem ou não fazer parte de uma universidade, e que oferecem cursos de graduação. Uma university pode englobar vários colleges.

Community College: oferecem cursos de dois anos em que, ao término, os estudantes adquirem um Associate’s Degree. O período cursado neste tipo de instituição vale como crédito acadêmico para cursos em colleges e universities. Caso o aluno tenha interesse, após o Associate’s Degree, pode estudar mais dois anos e adquirir o Bachalor’s Degree (diploma de bacharel).

Há estudantes norte-americanos que optam apenas pelo Associate’s Degree. Já para os brasileiros essa não é uma boa ideia se o objetivo for seguir carreira no Brasil: “Não há um nível equivalente ao Associate’s Degree no país e, por isso, não é possível fazer a revalidação do diploma”, afirma Marta Bidoli Fernandes, orientadora educacional do Alumni Advising, que representa o Education USA no Brasil. Ao contrário do que alguns estudantes acreditam, esses cursos não são equivalentes a técnicos ou tecnólogos.

Isso não quer dizer, no entanto, que a opção por um community college deva ser descartada. Por terem um processo seletivo menos rigoroso que o de faculdades e universidades norte-americanas, eles podem ser a porta de entrada para a sonhada graduação no exterior. “O community é indicado para aquele aluno que não tem um histórico escolar muito forte ou, por alguma razão, não foi tão bem nas provas padronizadas de admissão. Também é uma alternativa para quem quer economizar no início da faculdade”, explica Marta.

Engana-se, porém, quem considera que essa opção é inferior às demais. “Pouca gente sabe, mas o Barack Obama, por exemplo, passou por um community college antes de se transferir para Columbia”, diz. Obviamente, para universidades de ponta e extremamente concorridas, como Harvard, MTI e Yale, realizar uma transferência é praticamente impossível. Mas há outras que possuem até acordos com community colleges para transferência automática dos alunos após os dois anos de aulas.

A orientação, neste caso, é: antes de realizar o seu application, pesquise sobre o prestígio da instituição e a estrutura que oferece a estudantes internacionais. O site do College Board é um bom guia para esta consulta.

Entre colleges e universities não há diferenças tão significativas quando o objetivo é apenas a graduação — e não prosseguir com uma pós. A escolha dependerá do perfil do aluno: “Nos colleges, por serem menores, há uma aproximação maior entre os alunos e o acesso aos professores é mais fácil”, afirma Marta. Agora, a escolha é toda sua.

Conecte-se ao Estudar Fora

http://promo.estudarfora.org.br/07de78d376d72cb1d7d3

Leia Mais

impacto social
estudar na Asia
tudo sobre o GMAT
estudar idiomas