Inicio Conheça o SAT EUA – A Versão Americana do ENEM

Conheça o SAT EUA – A Versão Americana do ENEM

0
Conheça o SAT EUA – A Versão Americana do ENEM

O Scholastic Aptitude Test (Teste de Aptidão Escolar), ou como é mais conhecido – SAT, é um dos exames mais comuns dos EUA, utilizado pelas universidades estadunidenses em seus processos de admissão para graduação. Saiba a seguir tudo sobre ele!

Se preferir, ouça este texto:

 

 

Administrado pelo College Board, ele também pode ser chamado de SAT Reasoning ou SAT-I. O teste é aplicado em escala nacional e é uma espécie de ENEM. Isso porque ele funciona como um exame unificado, aceito em todas as instituições e tornando-se parte do processo de admissão.

O exame tem o objetivo de avaliar os conhecimentos e habilidades de raciocínio crítico do aluno através de três áreas: Math (matemática), Critical Reading (linguagem e interpretação de textos) e Writing (escrita). Cada seção da prova tem uma pontuação máxima de 800 pontos. No total, a nota máxima é de 2.400. Uma pontuação perfeita no exame é de 1.600, enquanto uma pontuação composta média no exame é de 1050.

Em 2021, os SAT Subjects sofreram algumas alterações, confira neste link (disponível aqui) tudo que muda: SAT, ACT e APs Exams: conheça os exames e entenda as mudanças.

Leia também: 4 aplicativos para estudar para o SAT

Como funciona o SAT?

O tempo total do teste, incluindo o Essay, é 3 horas e 50 minutos. Confira abaixo a nova estrutura do exame (que passou a valer em 2016):

Evidence-based (Reading & Writing) – 100 minutos

#1 Reading – 65 minutos           52 questões
#2 Writing – 35 minutos           44 questões

Mathematics – 80 minutos  45 questões de múltipla escolha, 13 questões discursivas

#3 Math (Não é permitido uso de calculadora) – 25 minutos
#4 Math (Permitido uso de calculadora) – 55 minutos

O Essay é opcional e realizado no mesmo dia, porém após a realização das seções acima.

#5 ESSAY  – 50 minutos – 1 evidence-based essay (analisar uma fonte)

Cálculo da nota da prova

Cada seção da prova conta entre 200 e 800 pontos. O seu resultado final na prova pode variar entre 400 e 1.600 pontos. As questões estão distribuídas entre os níveis fácil, médio e difícil, sendo que cada questão possui o mesmo peso de pontos, independente da dificuldade. Não há problema em chutar alguma questão caso não saiba (a penalidade para chutes era aplicada antes da mudança na estrutura do exame, ou seja, até 2016).

Avaliar se um candidato foi “bem” ou “mal” nessa prova depende muito das universidades em que ele pretende se candidatar. Assim como no ENEM, não existe “não passar” nesse exame, o que existe é ir mal e tirar uma nota baixa, o que pode atrapalhar a sua candidatura.

Leia também: MIT deixa de aceitar SAT Subjects; saiba o que isso significa

Abaixo, listamos as notas médias do SAT de candidatos aprovados em algumas das melhores universidades do mundo. É importante sempre lembrar que o processo de admissão é holístico, e você terá várias outras formas de mostrar o seu potencial e quem você é em seu application. E as notas abaixo representam uma média: você ainda tem chances mesmo que fique abaixo delas! Confira:

  • Harvard: 730 a 790 no Reading and Writing, 730 a 800 em Mathematics;
  • MIT: 720 a 770 no Reading and Writing, 770 a 800 em Mathematics;
  • Stanford: 690 a 770 no Reading and Writing, 700 a 770 em Mathematics;
  • Caltech: 750 a 790 no Reading and Writing, 780 a 800 em Mathematics;
  • University of Chicago: 730 a 780 no Reading and Writing, 750 a 800 em Mathematics;

SAT-II

O SAT Subject Test, ou SAT II, é diferente da versão “normal”, pois ele avalia o seu conhecimento em uma área específica, em uma prova de uma hora de duração.

Os “Subject Tests” são exames de matérias específicas e requeridos por algumas universidades no seu processo de admissão. São os únicos testes em que o estudante pode escolher as matérias de maior interesse e nas quais pode demonstrar suas habilidades específicas.

É importante destacar que o SAT-II não substitui o SAT

É um exame complementar e que pode ajudar o candidato a mostrar para a universidade em quais matérias é muito bom, além dos conhecimentos gerais avaliados pelo SAT. Há SAT II em 20 áreas diferentes, cada teste tem uma pontuação máxima de 800 pontos, e você poderá fazer no máximo três testes por vez.

Geralmente, as universidades mais disputadas pedem entre dois e três SAT Subjects, além da prova tradicional. Este exame também é administrado pelo College Board. Recentemente, no entanto, o MIT deixou de exigir os Subject Tests, com o objetivo de não prejudicar os alunos que moram em países onde as provas não são aplicadas, e com isso democratizar o acesso à universidade.

Leia também: Veja modelos de questões do novo SAT

Como realizar o SAT no Brasil

Para realizar o SAT, é necessário se inscrever por meio do site do College Board. Na página, é possível ver os centros de aplicação do exame no Brasil, bem como as próximas datas de realização. Atualmente, no Brasil, a prova é aplicada cerca de seis vezes ao ano em centros oficiais nas regiões Norte, Nordesde, Sudeste e Sul.

É importante notar que a inscrição no SAT exige o pagamento de uma taxa. Atualmente, o valor fica em torno de US$ 100, mas varia conforme o candidato precise fazer a redação ou não. O pagamento deve ser feito no fim do processo de inscrição e pode ser feito com cartão de crédito ou sistemas como PayPal.

Leia também: SAT ou ACT: qual fazer?

Dicas de Estudo para a prova

O site do College Board disponibiliza o envio do Question of the Day. Você recebe todos os dias em seu e-mail uma questão do SAT. A pergunta é direcionada ao site que te diz qual é a resposta correta, com uma explicação sobre a questão.

O jornal NY Times traz algumas dicas para você se dar bem no exame: Fazer simulados, para ajudar a se adequar com o ritmo da prova; não ficar preso a uma só pergunta; responder as mais fáceis primeiro; não tentar adivinhar as respostas chutando e claro, estudar para saber as respostas.

Nós também temos um vídeo que explica detalhadamente esse exame e alguns outros testes:

https://youtu.be/3nONjfDtn7s

No canal do Estudar Fora no YouTube, você pode conferir vídeos com dicas de estudantes para se dar bem no SAT.

Dicas de Livros Especialiazados

Você também pode se preparar para esse exame consultando guias livros especializados, abaixo algumas ótimas recomendações:

Resumindo:

O que é o SAT?

O Scholastic Aptitude Test (Teste de Aptidão Escolar) é um dos exames escolares mais comuns dos EUA, cuja nota é usada para admissão em universidades. Com frequência, as universidades pedem que estudantes estrangeiros realizem o teste como parte da candidatura.

Como funciona o SAT?

A prova tem duração total de 3 horas e 50 minutos, e é dividida em duas partes: Evidence-based reading (leitura) e writing (escrita) e Mathematics (matemática). Há também um essay (redação) que é opcional e realizado no mesmo dia, após as demais seções.

Como é calculada a nota do SAT?

Cada parte da prova conta entre 200 e 800 pontos. O seu resultado final na prova pode variar entre 400 e 1.600 pontos. As questões estão distribuídas entre os níveis fácil, médio e difícil, sendo que cada questão possui o mesmo peso de pontos, independente da dificuldade.

O que é uma boa nota no SAT?

Avaliar se um candidato foi “bem” ou “mal” nessa prova depende muito das universidades em que ele pretende se candidatar. Assim como no ENEM, não existe “não passar” nesse exame; o que existe é ir mal e tirar uma nota baixa, o que pode atrapalhar a sua candidatura.

Quanto custa fazer o SAT?

Atualmente, o valor fica em torno de US$ 100, mas varia conforme o candidato precise fazer a redação ou não. O pagamento deve ser feito no fim do processo de inscrição e pode ser feito com cartão de crédito ou sistemas como PayPal.

Como me inscrever para o SAT?

Na página do College Board, é possível ver os centros de aplicação do exame no Brasil, bem como as próximas datas de realização. Atualmente, no Brasil, a prova é aplicada cerca de seis vezes ao ano em centros oficiais nas regiões Norte, Nordesde, Sudeste e Sul.

 

O que você achou desse post? Deixe um comentário ou marque seu amigo:

Leia