Um projeto: Fundação Estudar

Pós Graduação

O que você precisa saber para cursar uma pós-graduação fora do Brasil

18.12.13

Como se sair bem na entrevista para MBA

Como se sair bem na entrevista para MBA

Conhecer em detalhes a universidade e explicar sua trajetória profissional - e suas ambições - contam pontos

Depois de meses de dedicação a essays, cartas de recomendação, currículo, chega o momento da entrevista. Muita gente fica tensa com essa etapa, mas calma. Se você chegou até aqui é porque reúne as qualidades necessárias para ser aprovado num MBA. Portanto é preciso se preparar para esta fase final de todo o processo de admissão.

As universidades preferem entrevistas presenciais. Para isso, enviam a diversos países sua equipe do departamento de admissões para entrevistar candidatos. Caso isso não seja possível, ex-alunos são convidados para a tarefa. Em último caso, o candidato é entrevistado por vídeo via Skype.

Geralmente as universidades informam o nome do entrevistador, portanto comece a pesquisar informações sobre o profissional. “É uma maneira de ter uma ideia das perguntas que podem ser feitas”, diz o consultor americano Darrin Kerr, da FK Partners.

“Trate a situação como se fosse uma entrevista de emprego”, diz Cristina Tavares, coordenadora de admissions da MBA House. Em primeiro lugar, isso significa: terno e gravata.

Se o entrevistador for estrangeiro, é provável que toda a conversa seja em inglês. Se for algum ex-aluno brasileiro, você pode pensar que o papo será em português, certo? Depende. Neste caso, o entrevistador é livre para escolher o idioma que quiser, inclusive mudando a língua durante a conversa. Portanto, esteja com o inglês bem treinado para não ser pego de surpresa.

Uma questão quase sempre presente é um comentário do candidato sobre sua carreira. Neste caso, o erro comum é repetir o que está no currículo. “O candidato deve explicar, por exemplo, porque mudou de emprego, porque decidiu estudar algo ligado a negócios”, diz Kerr. “No caso dos engenheiros (carreira muito comum entre os candidatos), vale a pena explicar essa mudança de carreira, diferente da formação acadêmica inicial.”

Há uma infinidade de questões, mas o essencial é dar exemplos concretos sobre situações adversas enfrentadas em sua carreira e aprendizado. O site Zoom Interviews disponibiliza alguns modelos de entrevista. Veja dois exemplos abaixo:

— Quais são seus objetivos no curto e longo prazos?

— Qual a escola de preferência de sua lista?

Além dessas dúvidas, os entrevistadores também querem saber por que você quer fazer o MBA. Para isso, é muito importante conhecer em detalhes as escolas de seu interesse. “Pedimos para que os candidatos conversem com ex-alunos para terem mais informações”, orienta Cristina.

Ao final da entrevista, geralmente perguntarão ao candidato se ele tem alguma pergunta. “Pense em três ou quatro questões, sobre o curso, sobre o próprio entrevistador”, diz Kerr. “Só não vale dizer que não tem dúvidas.”

É recomendável mandar um e-mail agradecendo ao entrevistador pelo tempo destinado à entrevista. Algo curto é suficiente.

Ao final da entrevista, que dura em média entre 40 min e 1 hora, o entrevistador preenche um formulário sobre o desempenho do candidato, que é enviado ao departamento de admissões da universidade.

Basicamente o questionário é sobre o conteúdo, mas também há questões sobre a postura do candidato (se houve contato visual, por exemplo) e se ele estava vestido adequadamente. A decisão final não é do entrevistador, mas ele pode recomendar que a escola escolha ou não o candidato.

Depois da sabatina, é só esperar e torcer para que o resultado seja positivo. Boa sorte!

Conecte-se ao Estudar Fora

Leia Mais

impacto social
estudar na Asia
tudo sobre o GMAT
estudar idiomas