Organização oferece bolsas para cineastas independentes — incluindo iniciantes

Câmera de cinema - bolsas para cineastas independentes
Câmera de cinema - bolsas para cineastas independentes

A Filmmakers Without Borders (FWB) é uma organização sem fins lucrativos que se dedica a capacitar a próxima geração de contadores de histórias digitais ao redor do mundo. Por meio de doações feitas a seus filmes, ela oferece bolsas para cineastas independentes – de novatos a experts -, em três períodos do ano. As inscrições para um desses períodos estão abertas, até o dia 1º de janeiro.

Auxílio da Filmmakers Without Borders

As bolsas estão disponíveis para diferentes funções e etapas dos filmes. Para desenvolvimento, o auxílio vai de 250 a mil dólares. No caso de produção, o apoio varia entre 500 e 5 mil dólares, enquanto as bolsas de pós-produção vão de 250 a 2.500 dólares.

Também estão disponíveis bolsas – de 100 a 750 dólares – para cobrir os gastos dos profissionais independentes com a participação em festivais de cinema.

Os fundos são direcionados a projetos narrativos, documentais, experimentais e de novas mídias nesses diferentes estágios de produção. Eles podem ser de curta-metragem (de 6 a 40 minutos), longa-metragem (mais de 90 minutos, documentários ou narrativos) ou projetos de novas mídias (de duração variada).

Requisitos das bolsas para cineastas independentes

Os candidatos às bolsas disponibilizadas pela organização Filmmakers Without Borders devem ter 18 anos ou mais; ter domínio de tecnologias digitais relevantes e disponibilizar amostras de seus trabalhos durante a application. Embora a candidatura deva ser feita em inglês, os filmes enviados podem estar em qualquer idioma.

A FWB se compromete a não discriminar candidatos por sua raça, cor, credo, orientação sexual, identidade de gênero, nacionalidade, entre outras características.

Leia também:

As melhores escolas para estudar cinema no exterior
Brasileira ganha bolsa de criador de Star Wars para estudar cinema

Como concorrer às bolsas para cineastas independentes da FWB

Os interessados devem preencher um formulário online e, também via internet, enviar a documentação exigida, que passará por uma banca avaliadora. Será preciso anexar, além de documentos como currículo e carta de referência de um mentor, também um vídeo de 3 a 5 minutos descrevendo o projeto do filme.

Mais detalhes sobre os vídeos e documentos exigidos podem ser vistos neste link, sob a aba “supporting materials”. Tanto a narração do candidato frente às câmeras, quanto os recursos de edição do vídeo da application serão examinados pela banca. Também será preciso responder, em texto, a perguntas sobre como o projeto de filme estaria compromissado com a diversidade cultural; por que a história específica precisaria ser contada e de que forma o projeto de filme se relaciona com o tema escolhido para desenvolver na produção cinematográfica.

Os cineastas também deverão enviar um orçamento estimado para cada etapa do projeto, discriminando claramente todos os custos previstos. Todas as informações sobre o processo seletivo estão disponíveis na página de Grants da FWB. As inscrições vão até 1º de janeiro.

Programas globais da Filmmakers Without Borders

A FWB também envia filmmakers independentes e educadores com experiência em cinema para dar aulas a estudantes de diversos países da África, Ásia e América Latina. As inscrições ocorrem ao longo do ano, com datas que variam conforme a região escolhida, e candidatos de qualquer lugar do mundo são elegíveis.

As inscrições estão abertas para diversas regiões, como Índia, Tailândia, Bangladesh, Birmânia, Tanzânia e Peru. A lista completa de destinos com inscrições abertas, bem como mais informações sobre as oportundiades, podem ser vistas nesta página.

 

O que você achou desse post? Deixe um comentário ou marque seu amigo: