Inicio Já pensou em estudar na Romênia? Governo do país abre inscrições para bolsas de estudo

Já pensou em estudar na Romênia? Governo do país abre inscrições para bolsas de estudo

0
Já pensou em estudar na Romênia? Governo do país abre inscrições para bolsas de estudo

O Ministério de Relações Exteriores da Romênia abriu inscrições para o programa de bolsas no país. Até dia 16 de março, candidatos interessados em estudar na Romênia podem se inscrever para programas de graduação, mestrado e doutorado.

A iniciativa oferecerá um total de 85 bolsas para áreas de estudo específicas: arquitetura, artes visuais, cultura e civilização romena, jornalismo, ciência política e administração, educação, ciências sociais e humanas, tecnologia, engenharia de petróleo e gás, agricultura, e medicina veterinária.

Quais os benefícios do programa

O programa garante aos bolsistas a isenção de taxas acadêmicas e da anuidade, bem como acomodação durante o período de estudos.

Além disso, há um auxílio mensal para cada estudante, de acordo com o nível de formação. Para cursos de graduação, o valor é de 65 euros, enquanto que, para mestrado, chega a 75 euros. Já o nível de PhD dá direito a um auxílio mensal de 85 euros. Despesas de transporte local, bem como passagens aéreas, e despesas adicionais ficam a cargo do aluno.

Para saber detalhes sobre as bolsas para estudar na Romênia, basta acessar o site do programa.

Como funciona o programa de bolsas para estudar na Romênia

O governo do país aceita estudantes de três níveis educacionais: graduação, mestrado e doutorado. Todos os cursos iniciam as aulas em 1 de outubro.

No caso da graduação, a formação dura de três a seis anos de acordo com a área de conhecimento e é chamada de “licenta”. Já o mestrado, o segundo ciclo elegível à bolsa, tem duração de um ano e meio a dois anos. O doutorado, por sua vez, dura de três a quatro anos.

Leia mais: Tudo que você precisa saber para conseguir uma bolsa de estudo

Vale lembrar que, como uma das intenções do programa de bolsas é divulgar o país e sua cultura, os interessados em estudar na Romênia precisam estudar o idioma local por um ano.

Como se candidatar

Para se inscrever à bolsa de estudos, é necessário enviar uma série de documentos, que devem ser traduzidos para inglês, francês ou romeno. O candidato deve preencher dois formulários oficiais, ligados ao Ministério de Relações Exteriores e ao Ministério da Educação e da Pesquisa Científica, ambos do governo romeno.

Leia mais: Entenda os termos relacionados à candidatura para universidades fora

Nesses formulários, o candidato deve detalhar seu histórico acadêmico e profissional, bem como descrever suas motivações e interesses em estudar na Romênia. No caso de programas de mestrado e doutorado, já é preciso esboçar um projeto de pesquisa.

Deve-se ainda enviar uma cópia de diplomas anteriores obtidos, da certidão de nascimento e do passaporte do estudante. Também é exigido o currículo do candidato.

O que você achou desse post? Deixe um comentário ou marque seu amigo:

Leia